terça-feira, 19 de maio de 2009

Presente de grego!

Escolha abaixo a opção correta para subtítulo deste post:

a) Acidentes acontecem!
b) Dando uma força pro amigo!
c) Como perder de um capivara!
d) Valei-me São Cipriano!
e) Nunca mais eu jogo esta M....!

Nas vésperas de emplacar 5.2 eu recebi um presente... de grego. Ou terá sido uma desfeita? talvez um alerta? Vocês respondem, estou de cabeça quente... e com o lombo ardendo!

Luciano Vaz de Melo é um grande amigo. Eu o conheço desde menino, conheço seus pais, fui amigo de infância de seu tio, enfim, conheço o pedigree. Temos muito em comum: ex-colegas de banco (eu saí e ele ficou - coisas da idade), a paixão pelo Glorioso Clube Atlético Mineiro e a mesma doença crônica: xadrezite aguda!. Somos, portanto, parceiros de xadrez de longa data e até já viajamos juntos para jogar torneio. Posso dizer que ele é um companheiraço - se bem que agora o tempo do verbo empregado seja um caso a pensar...

Luciano sempre foi um Capivarão (com C maiúsculo) e eu já cansei de bater nele no blitz, que é o que ele gosta de jogar. Ele costuma perder até pra Dudu, meu menino, que não sabe nada de xadrez. Já cansei de falar pra ele "Luciano, a gente precisa jogar partidas com mais tempo de reflexão, que é a única forma de aprender alguma coisa", mas ele sempre recusou. Xadrez pra ele é diversão, nada de ficar estudando teoria, ralando em cima do tabuleiro. Vitória ou derrota tem quase o mesmo gosto. E ele tem uma certa razão, nos divertimos bastante.

Muito eventualmente, talvez pra me agradar, ele aceitava jogar uma partida de 15 ou 30 minutos e eu sempre ganhava. Mas bastava olhar o relógio e constatar a verdade: eu usava quase todo o tempo disponível e ele não gastava nem 5 minutos! "Assim não dá Luciano, você continua jogando blitz" eu dizia pra ele. Acabei desistindo.

Na volta do torneio em Tiradentes, conversando no carro, ele me falou mais ou menos assim "vou começar a estudar xadrez. Vou treinar contra o computador e nós vamos jogar partidas de 70 minutos" - tempo normalmente usado em classificatórios para o campeonato mineiro. Fiquei na minha, claro, já vi esse filme! Algum tempo depois ele me liga e diz "no lugar do blitz das quintas-feiras vamos jogar pensadas, para treinar, topas?" Claro que topei! E lá vamos nós...

As primeiras partidas seguiram o padrão. Fui levando em banho-maria, jogando só arroz com feijão, pra não espantar o freguês e quando ele capivarava eu PIMBA! Mas pra dizer a verdade não foi fácil, não. Confirmando minha previsão, quando ele usa o tempo disponível ele até que joga direitinho. Eu venci usando alguns conceitos que domino (um pouco) mais que ele, como por exemplo, bispo bom e bispo mau, casas fracas, etc. Mas confesso que a cada partida a coisa foi ficando mais difícil. Até que... bem, chega de conversa fiada e vamos logo ver a minha primeira derrota pra esse capivara duma figa, com minhas impressões durante a partida e a ajuda de Mestre Ribamar nas análises.

Mário Guimarães x Luciano Vaz de Melo
Partida treino - 70 minutos - Clique aqui para ver

1. e4 c6 2. d4 d5 3. Nc3 Nf6 Isso eu nunca vi... 4. e5 Ne4 5. Bd3 Ribamar prefere 5.Nxe4, mas pra que trocar uma peça que ele pode me dar de graça daqui a pouco? Bf5 6. Nxe4 Agora Ribamar diz que 6.Nce2 é melhor. Uma hora diz que trocar é bom, depois diz que trocar não é bom... decide logo, pô! dxe4 já igualou, segundo Ribamar, o indeciso 7. Bc4 b5 Na hora não gostei deste lance, jogado muito rapidamente. Pra minha surpresa Mestre Ribamar informa que é o melhor na posição! 8. Bb3 Mantendo controle sobre a diagonal a2-g8. e6 9. Be3 Be7 10. Ne2 Nd7 11. O-O O-O Bem, peças desenvolvidas (faltam as torres, que eu nunca sei direito onde coloca-las), reis protegidos, tempos iguais. Tá na hora de armar um plano e liquidar o capivara. 12. Ng3 Gastei um tempão e não vi nada apetecível. Usarei a tática de sempre, posicionar melhor as peças e esperar que Luciano "meta la pata", como dizia o velho Daniel Diano, he he, he. Bg6 13. c3 Bh4 Um lance deveras esquisito. 14. Nh5 Claro que se for pra trocar eu prefiro liquidar o bispo de casas brancas. Ribamar gosta do meu lance, embora eu suspeite que o motivo não seja o mesmo! Bg5 15. Nf4 Logo em seguida vi que não deveria ter permitido a troca desse cavalo. Trocar os bispos de casas negras era melhor. Bxf4 16. Bxf4 Qh4 Agressividade à moda Luciano. 17. Qd2 A idéia é cortar o caminho de volta da madame. a5?! Não se dando conta do perigo. 18. Bg5 Qg4 Mais seguro é entregar logo o peão com 18... e3 abrindo caminho pra moçoila. 19. Qe3? 19.Bd1 ganhava o peão de e4. O lance do texto deixa passar a oportunidade, mas a interrogação é pela idéia. Pensei: ele teve duas chances de avançar o peão e não o fez, portanto vou impedi-lo de uma vez por todas e depois sapeco-lhe Bd1. f6? Melhor Qf5 antes. 20. Bd1?? Com 20.exf6 eu assegurava uma boa vantagem, mas eu só tinha em mente Bd1 seguido de g4 e "the lady is dead". Não é a primeira vez que eu cometo esse tipo de erro. Luciano olhou por alguns segundos, balançou a cabeça negativamente e... Qxg5 ...meu mundo caiu! "PQP, entreguei o bispo de graça", foi o pude balbuciar... 21. Qxg5 Eu ia abandonar, mas por ser um treino achei melhor seguir um pouco mais e ver como Luciano ganha uma partida ganha. fxg5 22. Bb3 Bf7 No post-mortem eu disse pra ele que isto era uma perda de tempo e que seria melhor Kf7, já centralizando o rei. Mestre Ribamar assina embaixo. 23. Rfe1 a4 24. Bc2 Bg6 25. Re3 Rf4 26. b3 axb3 27. Bxb3 Re8 Perdeu outra oportunidade de centralizar o rei. 28. a4 bxa4 29. Rxa4 c5 Jogado rapidamente. Melhor 29... Nb6 seguido de 30... Nd5. 30. Ra7 cxd4 31. cxd4 Re7? Aqui ficou evidente um defeito sério que Luciano precisa corrigir: eu estou apurado no tempo e ele tem uns 30 minutos no relógio... e está seguindo o meu ritmo! 32. Rxd7?? 32.d5! equilibrava o jogo e salvava a pátria. Ah, se eu tivesse mais tempo! Rxd7 33. Bxe6+ Por um milésimo de segundo pensei ter recuperado a peça. Rff7 34. Rc3 h6 34... Kf8 era mais simples. 35. d5 Kh7 No rápido post-mortem eu critiquei este lance e sugeri Kf8, centralizando o Rei. Depois, olhando com mais calma, vi que o lance dele era bom, pois se 35... Kf8? 36. Rc8+ Ke7 37. Bxd7 Kxd7 38. Rc6! e o branco é que está na frente. 36. Kf1 Rfe7? 36... Rc7! liquidava o jogo. 37. Bxd7 Rxd7 38. d6? 38.Rc5 resistia mais. Agora as casas brancas estão fracas e o Bispo negro vai passear com o Rei... Bf5 39. Ke2 Be6 Dando mole pro azar, o certo é trazer o Rei o quanto antes. A verdade é que meu relógio estava caindo e ele contava com isso. 40. Ke3 Bf5 41. h3 Kg8 42. g4 Bg6?? Capivarada feia que poderia jogar tudo por terra. A sorte do Luciano é que minha seta "subiu no telhado". 43. Rc8+? 43.Rc7 empatava, já que era praticamente forçado 43...Be8 44.Rc8 Kf7 45.e6+ ou 45.Kxe4, tudo isto conforme Ribamar, já que eu estava jogando ao toque e não vi porra nenhuma. Kf7 44. Kd4 Ke6 Acabou-se tudo! 45. Rc7 Desespero... Rxc7 46. dxc7 Kd7 47. Kd5 Kxc7 48. e6 Kd8 49. Kd6 Ke8 Ainda joguei mais alguns lances no piloto automático, mas Luciano comportou-se bem e venceu fácil. Muito bem, meu amigo, parabéns!! 0-1

Apesar da derrota eu fiquei feliz. Luciano está progredindo e nossas partidas estão cada vez mais interessantes. É bem verdade que "nós dois" temos muito o que aprender e o xadrez é de baixo nível, mas a diversão, aahh... isso eu garanto que é de primeira qualidade!

Ps.: Recebi uma ligação do Luciano e ao contar-lhe que estava terminando um post sobre a partida ouvi a seguinte observação "não economize nas exclamações!". Eu mereço! Valei-me São Cipriano!

5 comentários:

Luciano disse...

Bom que eu tenho a dizer...
1) Sigo meu principio de variante certa ou errada, vou até o fim no que preparei em casa no estudo e preparação para a partida. Variante Luciano da Caro Kahn rsrs
2)A tendência é vc virar freguês mesmo.
3) A propósito eu já estou na semifinal do mineiro, conste aqui, vc ainda não.

ghandy disse...

Masegui,

HHhhhhhhhhhhhhaaaaaaaaaaaa
Vc virou caça de capivara, o sujeito esta até zuando vc.
Tenho que contar para o São Sávio.

Welton

Masegui disse...

Tá vendo? não pode dar uma trela que neguim monta em cima... "vai comendo Raimundo... minha vingança será maligna" aguarde-me!

Obrigado, Senhor, por permitir que eu leia estas coisas...

gbsalvio disse...

Bom Masegui qdo isso ai acontece comigo digo sempre : - "Vou parar de jogar esta m....", mas como sou sem vergonha por natureza, esqueço já na próxima partida.. Agora esta variante ai, o melhor é como o Ribamar falou , o melhor é tomar, já que vc tem predileçaõ por jogar finais...

Feliz aniversário amigo!

Masegui disse...

Grande Sávio!

Obrigado pela lembrança, amigão!

Quanto a ser "sem vergonha", isso eu também sou... não paro nunca.
Eu preciso é parar de ser preguiçoso e levar mais a sério...

Grande abraço!