terça-feira, 6 de abril de 2010

"Óia nóis aqui travêz"

Neste feriadão meu amigo Daniel Castro visitou a terrinha. Jogamos duas partidas rápidas e acabei me lembrando que sou apaixonado por xadrez e que tenho um blog! :) Preciso por em dia alguns assuntos e pagar algumas dívidas, mas antes quero comentar rapidamente sobre as partidas.

Jogamos no sistema Bronstein - 20 min. + 10 seg. de acréscimo, que vem configurado no meu Saitek. Diferente do Fischer, o tempo de reflexão nunca aumenta. Isto é, você ganha 10 segundos a cada lance, desde que tenha gasto 10 ou mais. Se usar menos recupera apenas o que usou.  

De negras eu joguei uma Najdorf. Ele veio com o esquema Bg5, f4 e Qf3, trocou em f6 e, ao invés de empurrar a peãozada da ala do Rei, sacrificou o bispo em b5. Segurei a barra, roquei e fiquei ganho, mas com o tempo caindo repeti lances pra empatar.

De brancas eu enfrentei um Gambito Dama aceito, tentei sair da teoria logo cedo (ele conhece muito mais) e caimos num meio-jogo equilibrado. Manobras pra lá e pra cá, meti um cavalo em d6 e troquei a madame por 2 duas torres e cavalo. A posição era vencedora, mas o Saitek foi ingrato e me deixou com apenas 16 segundos. Capivarei feio e perdi.

Daniel disse que estava fora de forma e calculando mal. É verdade, ele joga mais do que isso e eu tive as duas partidas na mão. Joguei razoavelmente e não cometi nenhum erro grosseiro (exceto o último lance da segunda partida, que não conta muito porque o relógio já tinha decidido a peleja). Assim, fiquei satisfeito com meu desempenho, embora considerando o resultado final, e o que vale é bola na rede, eu continuo o mesmo capivara de sempre. :)

FMX
Voltando aos assuntos pendentes, um deles é com respeito às reclamações contra a Federeção Mineira de Xadrez. O que me levantou a bola foi um email anônimo que recebi, contendo queixas e acusações sem muito fundamento. A princípio eu não daria confiança, por ser anõnimo, mas havia entre os destinatários algumas pessoas que conheço, então pedi maiores esclarecimentos. O que recebi de volta foram novas acusações vagas, do tipo "A FMX está usufluindo (sic) do poder de forma errada" e outras referentes a valores de taxas", etc.

No site do CEPEX existe algum material a respeito das desavenças e da criação de ligas independentes. Eu não vou entrar no mérito da questão porque envolve assuntos políticos e até (parece) de caráter pessoal. Eles que são brancos que se entendam!

Na minha opinião a FMX está fazendo um ótimo trabalho. Nunca tivemos tantos (bons) torneios como nos últimos anos. Quem conheceu o xadrez mineiro dos anos 80 e 90 deve se sentir no paraíso! Claro que deve ter alguma coisa que pode ser melhorada, sempre tem, mas no geral, tá bão demais, sô!

Abração!

4 comentários:

ghandy disse...

Prezado Masegui,
Que bom que vc atualizou seu blog, eu gosto muito do jeito que vc escreve.

Masegui disse...

Obrigado, amigão!

Cumé, vai jogar os torneios em BH? Em maio tem um classificatório do mineiro e em junho um aberto do Brasil.

Laerte Dias de Carvalho disse...

Beleza Mário,
Bem...estou a fim de ir no aberto do Brasil em Bom Jesus do Norte...se animar me mande um email laerteufv@gmail.com T+

Masegui disse...

Laerte,

Maravilha, meu amigo! Acabei de lhe enviar um email. Abração!